Cirurgia de Orelhas

Cirurgia de Orelha (Otoplastia)

A cirurgia plástica de orelha, otoplastia, visa a correção da deformidades da orelha e do pavilhão auricular.

Algumas pessoas apresentam ao nascimento ou durante o seu desenvolvimento orelhas com aspecto diferente do normal.

A alteração de forma mais comum é a ”orelha proeminente” ou “orelha em abano” e está associada a desconforto estético, baixa autoestima e retraimento social em muitos pacientes. Pacientes relatam insegurança com sua imagem socialmente e em ambiente de trabalho e essas são motivações para a cirurgia.

A “orelha em abano” se caracteriza por orelha projetada lateralmente, apresentando distância maior que o normal entre seus bordos e a cabeça. Comumente, há  associação de apagamento das dobras internas das orelhas (anti-hélice), que promove um arredondamento excessivo do contorno auricular e resulta em um aspecto de “parabólico”.

Normalmente, a deformidade é percebida ainda na infância e muitos pacientes realizam correção na idade pré-escolar para evitar apelidos e constrangimentos com apelidos na escola. A cirurgia pode ser realizada em pacientes em idade pré-escolar a partir dos 5-6 anos evitando estigmas e alterações psicológicas decorrentes de brincadeiras de colegas de classe.

Os estigmas muitas vezes não tratados na infância podem ter implicações na idade adulta e muitos pacientes adultos procuram pelo procedimento quando podem realizá-lo de maneira independe, demonstrando o grau de incômodo relacionado às deformidades ao longo do tempo.

A otoplastia corrige essas alterações remodelando as cartilagens internas das orelhas e garantindo curvaturas mais naturais ao nível da anti-hélice. O pavilhão auricular, distanciado da cabeça, muitas vezes por apresentar cartilagem em excesso é remodelado e reposicionado.

A cirurgia restabelece o desenho anatômico da orelha e permite naturalidade de curvas e proporções, melhorando a estética facial. Na cirurgia, a cicatriz é planejada na dobra de pele atrás da orelha, com aspecto bastante discreto.

O procedimento tem internação ambulatorial geralmente e a recuperação é rápida, permitindo o retorno à atividades sociais e de trabalho em 3-7 dias.

IMPORTANTE:
A avaliação do paciente em consultório é fundamental para o diagnóstico correto e a indicação do plano de tratamento adequado. Aguardo seu contato para, de maneira individualizada, orientar e planejar o seu procedimento cirúrgico.

WhatsApp chat